Correr: Relatos de uma corredora amadora

Oi, lindezas!

No post de hoje conto como comecei a correr e as expectativas para a minha primeira meia maratona! Relatos de uma corredora amadora 😉

Quem me acompanha no Instagram sabe que no dia 04 de junho farei minha primeira meia maratona em SP, a Asics Golden Run.

Mas afinal, como decidi fazer uma meia maratona se antes eu nem corria? hahaha Na verdade, quando voltei do intercâmbio na Austrália (com vários quilos a mais by the way) e comecei a faculdade no Rio de Janeiro eu comecei a correr sempre. Até a hora que tive um problema no meu pé direito, um edema. Fique arrasada na época porque apesar de não correr longa distância e muito menos competir, eu estava gostando muito de correr. Ainda mais com aquele visual da orla de Copacabana, Ipanema e Leblon né mores?

Treino no Parque das Águas

Na época o Dr. Runco me disse que a única coisa que eu poderia fazer dali pra frente, até ficar 100%, era nadar. E lá fui eu… A corrida por um bom tempo ficou esquecida, sabe? Fui nadar, depois voltei a dançar… Depois fui fazer pilates… Enfim! O máximo que eu fazia era uns 30 min na esteira de leve.

Um belo dia o meu namorado me fez o seguinte convite: “Linda, vamos fazer uma meia maratona comigo?”. Eu brinco dizendo que foi numa naturalidade de quem chama o amigo pra ir tomar um chopp na esquina. E eu falei: não né, bb? Tá doido!?

Confesso a vc que ele me convidou mais vezes, afinal, ele estava se preparando pra uma meia em Buenos Aires. E realmente seria muito legal viajarmos juntos pra isso, estar nessa vibe juntos, sabe? Mas eu não topei…

Este ano, despretensiosamente, resolvi aceitar o convite. JURO que foi sem pensar. Só virei e falei: “TÁ, vamos fazer uma meia”. OBS.: Eu não lembrava a última vez que havia corrido 5Km; eu nunca havia corrido mais que 10km NA VIDA; as provas de corrida que eu havia participado eram sempre de 5Km. Sim, só topei pelo desafio!

Toda de Track&field

E cá estou… 🙂 Desde o dia que finalmente disse “Ok, vamos fazer uma meia” passei a treinar 3x na semana. Isso foi final de março… Já estamos a menos de um mês para a meia. Mas o que tenho a dizer é:

Não imaginava o QUANTO a corrida ia me trazer TANTAS coisas boas!

No início eu treinava com a planilha que a assessoria de SP do meu namorado passava pra ele. Como ele havia ficado um bom tempo parado, sem treinar, era uma planilha razoável pra mim também. Mas convenhamos, nada muito personalizado né? Só depois que comecei a treinar com uma assessoria de corrida daqui de Cuiabá, a FG, é que pude perceber a GRANDE diferença. É outra coisa ter um treinador de olho em vc nos treinos, te corrigindo, te motivando, tirando suas dúvidas… Nem se compara. Fora que é muito bom se sentir parte de um grupo com o mesmo objetivo.

A corrida me fez ir em busca de parceiros para eu ter um bom resultado. Hoje estão nessa comigo pessoas super competentes e marcas que eu já era cliente e nas quais realmente acredito: Track&Field Cuiabá, Smart Fit, FG Assessoria, nutri Helo Niehues e Dra Laryssa Moraes.

Treinando em viagem

Treino 3x na semana corrida e nas outras 2x malho e danço Jazz. Estou com mais gás, dormindo melhor, trabalhando melhor, mais disposta, mais pra cima… Nunca fui de ficar parada, sempre gostei de me exercitar. Mas correr é especial pra mim. A sensação pós corrida é muito maravilhosa! E de quebra ainda fiz o meu irmão entrar nessa comigo. Ele está treinando (muito bom ter alguém pra treinar junto, né?) e vai fazer também a primeira meia dele.

Como me sairei no dia da meia não sei… E confesso que não fico pensando nisso. Meu objetivo é correr o tempo todo, não andar em nenhum momento (não que tenha algum problema nisso haha mas não quero). Quanto ao pace, tempo de prova, etc eu simplesmente não penso. Não quero colocar muitas expectativas e me frustar. Como tenho muito pouco tempo treinando de fato para uma meia maratona tenho que ter os pés no chão. Estou curtindo muito essa fase. Está sendo extremamente prazeroso acordar às 5h pra correr e ver o meu dia sendo outro. Sério! E é nisso que eu penso… O dia que não consigo ir treinar por algum motivo já penso: “Meu dia não será o mesmo”. E de fato não é.

Vivendo um dia de cada vez! E assim vamos caminhando, ou melhor, correndo, rumo a minha primeira meia! 😉

Comentem, perguntem, deem sugestões…ok? Gosto muito desse feedback.

Um beijo,

Mi <3